Dicas práticas, Produtos

O que eu levo em consideração na escolha de um óleo de coco?




Há alguns pontos importantes que eu preciso levar em consideração na escolha de um bom óleo de coco extra-virgem, pois afinal, busco levar o que há de mais natural e menos processado da prateleira de um supermercado.

E como alguns de vocês já sabem, eu costumo também fazer o meu próprio óleo de coco quando se aproxima o verão, já em épocas mais frias como o inverno, eu costumo buscar óleo de coco extra-virgem em supermercados, ou em lojas especializadas em vendas de produtos naturais.

E como é que eu faço para analisar um óleo de coco?

A primeira coisa que observo em um óleo de coco, são os ingredientes contidos no rótulo, e lendo, procuro a seguinte descrição: “Extra-virgem”, e logo em seguida observo a cor do óleo de coco, conferindo se é esbranquiçada, e se sim! para mim é super positivo.



Reparo também o fundo do pote de um óleo de coco, conferindo se apresenta algum amarelado exagerado, manchas parecidas com fungos ou sujeira. Se o fundo do interior de um pote de vidro de um óleo de coco estiver aparentando estar com sujeira , já descarto a possibilidade de levá-lo para casa, pois faz-me crer, que o pote de vidro não foi previamente esterilizado!

E a última coisa que observo em um óleo de coco, é o cheiro e o sabor! e isso de fato, só consigo fazer em casa, abrindo o pote de vidro e conferindo.

Bem pessoal! neste artigo, mostro a forma que eu escolho o meu óleo de coco para consumo, a intenção deste artigo é apenas vos mostrar, a forma de escolher um bom óleo de coco, já que um óleo de coco extra-virgem processado e armazenado de forma responsável, trará muitos benefícios a sua saúde.

Então é isso, fiquem com Deus e até mais!



Tagged , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *